Museu do Pico
Visita Virtual
Polo dos Baleeiros
Visita Virtual
Polo da Indústria Baleeira
Visita Virtual
Polo do Vinho

Setembro 2017

DOMSEGTERQUAQUISEXSÁB
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

Novas obras de José Carlos Garcia apresentadas no Museu do Pico

No próximo dia 20 de maio, data do 23º aniversário do Museu da Indústria Baleeira, serão apresentadas, neste Museu, em São Roque do Pico, as obras A Fábrica da Baleia de São Roque do Pico – Açores, 3.ª edição e Roteiro da Fábrica da Baleia de São Roque do Pico – Açores, 1.ª edição, da autoria de José Carlos Garcia.

As obras, apoiadas pelo Município de São Roque do Pico e com dedicatória ao Museu da Indústria Baleeira, serão apresentadas pelo Dr. Manuel Francisco Costa Jr., Diretor do Museu do Pico. Na sessão será proferida a comunicação A Escola vem ao Museu, pela Dra. Gilberta Pereira, formadora da Escola Profissional do Pico, e será proporcionada ao público presente uma visita guiada pelo Museu.

Sobre estas publicações diz José Carlos Garcia, licenciado em Sociologia pela Universidade dos Açores:

“O presente contributo para o estudo da indústria baleeira, em São Roque do Pico, dá continuidade à divulgação de uma pesquisa etnológica desenvolvida deste 1998, que culminou com a edição de dois trabalhos, retomando os resultados respeitantes ao projeto de reconversão museológica da antiga fábrica das Armações Baleeiras Reunidas, Lda. (Museu da Indústria Baleeira, 1994-), elaborado pelo Centro de Estudos Etnológicos da Universidade dos Açores, no âmbito das atividades do Governo Regional dos Açores.

Este trabalho inspirou-se nos velhos conceitos de complexo cultural, de totalidade e de sistema, abordando a baleação insular e a atividade das companhias baleeiras do Cais Velho (1885-1942) e das Armações Baleeiras Reunidas (1942-1984). Para complementar, também são apresentados aspetos da memória baleeira associados a processos culturais de patrimonialização, reconversão museológica e monumentalização.

No processo de investigação, que envolveu diversas pesquisas de terreno, recorreu-se a fontes orais, a observações diretas e a levantamentos realizados a peças representativas dos instrumentos produtivos (utensílios, aparelhos, máquinas, construções), o que implicou o trabalho fotográfico, o registo das dimensões e o desenho técnico. A nível da representação das principais ações do sistema de produção fabril, a fotografia foi acompanhada do desenho etnográfico, método que permite o aprofundamento da sua caracterização e análise”.

Este evento, igualmente inserido nas comemorações do Dia Internacional dos Museus 2017 – Noite Europeia dos Museus, terá o seu início pelas 21h00, com entrada livre.

Categoria
Data Inicial
2017-05-20
Hora Inicial
21:00
Voltar atrás

Optimizado para as últimas versões dos browsers:
Microsoft Edge, Google Chrome, Safari, Opera e Firefox

Desenvolvido pela Salworks