Museu do Pico
Visita Virtual
Polo dos Baleeiros
Visita Virtual
Polo da Indústria Baleeira
Visita Virtual
Polo do Vinho

Novembro 2018

DOMSEGTERQUAQUISEXSÁB
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

Museu do Pico apresenta as exposições de fotografia Código postal: A2053N e Na rota das grandes manchas de Pepe Brix

Foram apresentadas ao público, pelo Museu do Pico, duas exposições fotográficas da autoria do galardoado fotógrafo açoriano, natural da ilha de Santa Maria, Pepe Brix.

No Museu da Indústria Baleeira, em São Roque do Pico, foi inaugurada, a 25 de maio, a exposição Código postal: A2053N. Pepe Brix documentou durante três meses e meio a vida a bordo do Joana Princesa, um dos 13 sobreviventes da frota portuguesa de navios de pesca longínqua. Chamou ao trabalho “Código Postal: A2053N”, a matrícula do navio. Construída em 1970, esta embarcação de 80 metros por 12,5 continua a desafiar os mares gelados do Atlântico Noroeste, como tantas outras antes dela. A exposição estará patente ao público até dia 26 de agosto.

Por sua vez no Museu dos Baleeiros, nas Lajes do Pico, no dia 26 de maio, foi inaugurada a exposição Na rota das grandes manchas. Trata-se de um documentário realizado para a National Geographic Portugal, sobre a pesca do atum no arquipélago dos Açores. Pepe acompanhou a embarcação Mestre Soares, de Vila do Porto, durante uma semana, numa jornada que navegou a norte das ilhas Terceira e Graciosa. Ao contrário da maioria dos atuneiros da frota açorina, esta conseguiu encontrar a tão procurada “mancha de atum” que lhe valeu um mês e meio de permanência sobre a mesma e 96 toneladas de atum capturado. À semelhança do que acontece nos arquipélagos da Madeira e Cabo Verde, os açorianos continuam a dar o exemplo ao mundo, praticando a arte do “Salto e Vara”, para a captura do atum, uma das mais seletivas e sustentáveis entre todas as artes de pesca utilizadas. A exposição estará patente ao público até dia 2 de setembro.

Depois de publicada na edição de Outubro de 2016 da revista National Geographic Portugal, o documentário fotográfico entrou num circuito de exposições que conta com o alto apoio da Direção Regional das Pescas, Direção Regional da Cultura, do Município de Vila do Porto, e da National Geographic Portugal.

Pepe Brix, de 33 anos, um “vagamundo” como é definido, já realizou vários trabalhos fotográficos pelo mundo, os quais foram tema para exposições e livros, nomeadamente na revista National Geographic, da qual é colaborador. Foi vencedor do Prémio Gazeta 2015 na categoria Fotojornalismo.

Contando com a presença do fotógrafo, as sessões de inauguração tiveram o seu início pelas 21:30h, e podem ser apreciadas no horário de funcionamento dos Museus (de terça-feira a domingo - 10h-17h30).

pepe brix | Fotografia

WEB http://www.pepebrix.com/

FACEBOOK https://www.facebook.com/PepeBrix/

INSTAGRAM https://www.instagram.com/pepebrix_doc_photography/

VIMEO https://vimeo.com/user37762324

Data Inicial
2018-05-25
Data Final
2018-09-02
Hora Inicial
21:30
Hora Final
17:30
Voltar atrás

Optimizado para as últimas versões dos browsers:
Microsoft Edge, Google Chrome, Safari, Opera e Firefox

Desenvolvido pela Salworks